• BRASIL – BR

Adequação ao IFRS

Consultorias – Soluções Globaw ®
adequação ao IFRSO IFRS (International Financial Reporting Standards) baseia-se no conjunto normativo do Padrão Internacional de Contabilidade (IAS) em esforços para formar um Padrão Internacional de Demonstrações Financeiras, também chamado de Normas Internacionais de Contabilidade.

O objetivo da padronização internacional é apresentar as demonstrações com transparência, confiança e relevância, para possibilitar a comparabilidade dos balanços em diferentes países e, com isso, gerar uma apresentação realista da eficiência empresarial para a análise de acionistas e investidores.

A Globaw® está apta e domina know-how para prestar os serviços de adequação ao IFRS.

A convergência ao Padrão IFRS no Brasil tem como marco a Lei 11.638/07

A Lei 11.638/07 altera, revoga e introduz novos dispositivos á lei 6404/76. O objetivo principal é possibilitar o processo de convergência das práticas contábeis adotadas no Brasil para o IFRS. Destaque para a criação do CPC – Comitê de Pronunciamentos Contábeis que é formado pela ABRASCA, APIMEC, BOVESPA CFC, FIPECAFI E IBRACON e para a definição de empresa de grande porte que é a empresa ou grupo de empresas, cujo ativo total é maior que R$ 240.000.000,00 ou a receita bruta anual ultrapassa R$ 300.000.000,00.

Teste de Impairment (CPC 01):

O objetivo do Teste de impairment é assegurar que os Ativos não estejam registrados contabilmente por um valor superior ao seu valor recuperável.

A Globaw efetua o teste de Impairment pelo valor líquido de venda e também pelo valor em uso, dependendo das características da empresa e da necessidade do cliente.

A diferença entre as duas opções de teste de Impairment: Para se efetuar o teste pelo valor líquido de venda é necessária a vistoria dos bens do imobilizado e sua avaliação, considerando inclusive os custos de desmobilização para se obter o valor líquido.

Para a realização do teste de Impairment pelo valor em uso não é necessária a realização de vistoria do imobilizado, mas sim o estudo dos resultados dos exercícios anteriores e a projeção de fluxos de caixa futuros, que serão descontados para se obter o VPL, Valor Presente Líquido desta geração futura de caixa.

Ativo Imobilizado (CPC 27):

O objetivo deste CPC é estabelecer o tratamento contábil para ativos imobilizados, de forma que os usuários das demonstrações contábeis possam discernir a informação sobre o investimento da entidade em seus ativos imobilizados, bem como suas mutações.

Os principais pontos a serem considerados na contabilização do ativo imobilizado são o reconhecimento dos ativos, a determinação dos seus valores contábeis e os valores de depreciação e perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relação aos mesmos.

Entre as novidades apresentadas no CPC 27, destacam-se a figura do “valor depreciável” e a “Vida útil” real do bem, que independe das taxas admitidas pelo fisco.

Formato de apresentação do imobilizado antes do CPC 27

VALOR ORIGINAL CORRIGIDO (VOC) – DEPRECIAÇÃO ACUMULADA = VALOR RESIDUAL

Formato de apresentação do imobilizado com o CPC 27

VLR ORIGINAL CORRIGIDO(VOC)–VLR RESIDUAL (VLR DE DESCARTE)=VLR DEPRECIAVEL–DEPRECIAÇÃO ACUMUL=VLR CONTÁBIL

CPC 15 – Combinação de Negócios

A Globaw atua na aplicação do CPC 15 nas combinações de negócios, calculando corretamente o valor justo das cias envolvidas na operação de combinação, utilizando-se das melhoras práticas de mercado para definir corretamente os valores contábeis envolvidos no projeto. Com vários projetos realizados no ramo industrial, rural e financeiro.

Nossa especialização está nos principais tópicos exigidos para a correta aplicação do CPC 15, listados abaixo:

01) Calcular e reconhecer o valor justo nas demonstrações contábeis individuais e consolidadas, os ativos identificáveis (tangíveis e intangíveis) adquiridos e as obrigações assumidas da entidade adquirida;

02) Calcular e reconhecer o ágio pago por expectativa de rentabilidade futura (Goodwill) resultante da combinação de negócios ou o ganho auferido em uma compra vantajosa (operação com deságio, ou “Goodwill negativo”);

03) Determinar as informações necessárias a serem divulgadas para permitir que os usuários das demonstrações contábeis

04) Reconhecer o valor justo dos ativos e passivos da entidade fusionada ou
incorporada ou derivada de uma cisão, no momento da transação de fusão, incorporação ou cisão.;

CPC 15 – Correta Aplicação

Visando desmistificar o CPC 15 Combinações de Negócios, a Globaw lista abaixo os passos para a correta aplicação do Pronunciamento.

Neste passo a passo juntamos as exigências legais com a metodologia e expertise da Globaw. O resultado é a correta aplicação do CPC 15 de uma forma prática, ágil e fundamentada nas características de cada negócio.

  • Análise das características das Companhias envolvidas e seu segmento de mercado;
  • Conhecimento dos princípios gerais, motivos e Justificativas da operação e interesse das partes;
  • Definição da taxa de desconto que será utilizada para os cálculos de VPL dos ativos e passivos registrados na Cia incorporada;
  • Análise do enquadramento da operação de acordo com a Conceituação do CPC 15;
  • Orientação para a correta aplicação do CPC 15 no que se refere a contabilização da operação de combinação de negócios e consolidação do Balanço;
  • A Globaw busca diversas fontes de informações internas e externas das Cias envolvidas na operação.
  • Entrevistas com pessoas chaves na operação de ambas as empresas.
  • Análise das demonstrações financeiras na data base da operação;
  • Análise do relatório de Due Diligence;
  • Análise do protocolo de incorporação (se for S/A);
  • Ajuste no Balanço Patrimonial da Cia incorporada, demonstrando conta a conta o valor contábil original, o novo valor ajustado e fundamentando os cálculos efetuados.
  • Emissão do relatório conclusivo com o valor do investimento, valor do ágio (ou deságio), apresentando os valores justos por cada conta do balancete de forma analítica e com todas as informações necessárias para a devida divulgação da operação.

 

Globaw© – Lider em Performance.